Inside the BoxA indicação de Inside the Box: A Proven System of Creativity for Breakthrough Results não poderia ser mais animadora: na capa Dan Ariely recomenda o livro e, na quarta capa, é a vez de Robert Cialdini tecer elogios.

Uma página após a outra, Drew Boyd e Jacob Goldenberg, professores de marketing e inovação, desafiam até os mais árduos defensores de que a criatividade é um dom natural, um traço inato.

E mais: insistem que ela deve ser buscada dentro da caixa – e não fora dela como sugerem os modismos gerenciais.

Mais para a frente, veremos uma resenha mais completa da obra no Livro do Mês mas, por ora, fiquemos com uma divertida e inspiradora história contada para ilustrar um dos conceitos:

Dizem os autores, que o CEO de uma importante rede de hotéis dos EUA precisou ir à Coréia do Sul duas vezes no mesmo ano e, por acaso, hospedou-se no mesmo lugar em ambas. A surpresa aconteceu na segunda viagem, quando ele foi saudado pela recepcionista com um acolhedor “Bem-vindo novamente ao nosso hotel”.

Encantado com o tratamento tão pessoal, ele planejou implementá-lo em sua própria empresa. E como a saudação ocorrera antes de ele iniciar o check-in, suas atenções voltaram-se para câmeras e sistemas de reconhecimento facial que permitissem a identificação do cliente recorrente no momento de sua chegada.

Na prática, contudo, sistemas de reconhecimento facial não funcionam como em 24 Horas. São menos precisos e muito mais caros do que na ficção e, assim, o investimento de US$ 2,5 milhões inviabilizava o projeto.

Decidido a levar a ideia adiante, o executivo decidiu pela humildade e, em sua viagem seguinte a Seul, simplesmente perguntou à recepcionista como ela era capaz de identificá-lo como um hóspede que ali já ficara. A resposta, tão simples como engenhosa, ilustra como a inovação nem sempre remete a filmes de espionagem:

– Nós temos um acordo com os motoristas de táxi: nos trajetos entre o aeroporto e o hotel, eles puxam conversa com o passageiro e perguntam se eles já se hospedaram conosco. Se o cliente vem pela primeira vez, eles colocam as malas do lado esquerdo do balcão. Se ele está retornando, as malas são postas do lado direito. Para cada informação nós pagamos US$ 1,00.